As cartas não mentem jamais ...

As cartas não mentem jamais ...

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Nos tempos de Mensalão o 'Pai' aconselha a 'Mãe' ... (GUERRA DE EGOS)

"O espanto foi banido". Por Ruy Fabiano 


O ex-presidente Lula, segundo os jornais, teria protagonizado há dias mais um ineditismo: aconselhado a presidente Dilma Roussef a não comparecer à posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.

Seria uma retaliação ao comportamento considerado hostil do relator do mensalão aos petistas. Como Lula não a desmentiu, a notícia, embora inimaginável, foi tida por verdadeira.

Felizmente, a presidente, ao que parece, não acatará o conselho - e nem pode: nem o cargo que ocupa, nem o que ocupará o ministro Joaquim Barbosa podem ser contaminados por idiossincrasias de qualquer espécie, em hipótese alguma.

Acima de ambos, há as instituições que presidem. Dilma chefia um Poder, o Executivo, e Barbosa outro, o Judiciário, que, segundo a Constituição, além de independentes, devem ser harmônicos. Em circunstâncias normais, tal informação jamais seria publicada. Morreria nas mãos do diretor de redação, por absurda.

Mas, nos tempos que correm, não apenas é verossímil como acaba sendo publicada com destaque, lida e comentada até com certo tédio. O espanto foi banido da cena política.

O julgamento do mensalão expõe o desprezo institucional com que Lula e o PT se comportam diante de um Poder da República. O que já se declarou sobre a mais alta Corte de Justiça do país, desde o início do julgamento do mensalão, é inacreditável.

O STF já foi acusado de estar a serviço “de uma elite suja”, e de seus ministros estarem jogando para a plateia. Até o televisionamento direto das sessões, antes considerado um gesto de transparência, foi tido por antidemocrático.

O PT confunde partido com governo - e governo com Estado. Lula, quando assumiu a presidência, mandou desenhar na grama do Palácio da Alvorada – um bem público – a figura da estrela do PT e pintá-la de vermelho. Já não era mais um palácio do Brasil, mas de um partido. Essa visão distorcida explica o que ocorre.

No final de setembro, o senador Jorge Viana (AC) ocupou a tribuna do Senado para destilar sua verrina contra o Supremo. Considerou um absurdo que ministros nomeados pelo governo do PT “votassem contra o PT”, como se lá estivessem cumprindo missão partidária. A declaração por inteiro é esta: “Só não vale nossos governos indicarem ministros do Supremo, e eles chegarem lá e votarem contra por pressão da imprensa”, disse ele. Sobrou, como de costume, para os jornais.

Mesmo os réus já condenados tecem considerações críticas sobre a Corte que os condenou, esquecidos de que a condição de condenados, dentro do devido processo legal, lhes retira qualquer autoridade para se manifestar sobre o delito que cometeram.

Para tanto, dispuseram de advogados, aliás do primeiro time, que expuseram seus argumentos, mas, dentro do rito judiciário, não convenceram. Mesmo assim, estabeleceu-se a inversão dos papéis: os réus passaram a julgar os juízes – e a condená-los. Os exemplos são muitos; vejamos alguns.

José Genoíno diz que seu julgamento não foi isento. Ora, se não foi isento, não há outra hipótese: foi desonesto. Não há meia gravidez. Já José Dirceu escreveu em seu blog que “a sede” do STF em condená-lo “mostra total desconsideração às provas contidas nos autos e que atestam minha inocência”.

Ora, um tribunal que tem “sede de condenação” é um tribunal injusto – e, portanto, de exceção. Mas não é só: o deputado Paulo Rocha, depois de declarar que “ninguém está negando que houve os empréstimos fraudulentos, os repasses” (e já podia parar por aí), protesta, indignado: “mas não teve compra de votos, foi para pagar conta de campanha.” Ah, bom.

O PT, por sua vez, anunciara que faria uma manifestação pública contra o Supremo. Foi desaconselhado por Lula, mas não por razões institucionais – e sim de ordem pragmática. Poderia não causar boa impressão ou agravar as condenações.

O que preocupa, em tal contexto, é a circulação de outro rumor: de que a próxima nomeação para o STF, na vaga do ministro Ayres Britto, que se aposenta semana que vem, recairia sobre um companheiro, que lá cumpriria missão partidária.

Fala-se no advogado Beto Vasconcelos, de 35 anos, que exerceu o ofício por apenas três anos e cuja maior credencial seria a de ser filho de um ex-companheiro de luta armada da presidente.

Beto pode até ser um gênio, mas não preenche o quesito de “notório saber jurídico”, até porque, até aqui, ninguém o notou, dentro ou fora da comunidade jurídica. Notório saber não é uma abstração: implica reconhecimento público, um caminho já percorrido. Não é notoriamente o caso.

postagem de https://www.facebook.com/BlogdoNoblatOGlobo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAZENDO PARTE DO TODO


Todo mundo deveria ter algo a dizer sobre o que acontece em momentos coletivos de nossa existência, sobre como somos conduzidos por alguns poucos "pensantes" que em poucos momentos pensam em nós.

Todo mundo deveria dizer algo sobre o Amor, de como ele influencia nossa vida trazendo os aprendizados das mais variadas formas, as vezes até mesmo se disfançando de ódio.

Todo mundo deveria ter coragem de falar um pouco de seus próprios defeitos e medos, pois assim, poderia sentir a esperança de poder tranforma-los em qualidades.

Por aqui um pouco mais do que se passa por essa minha cabeça!


Contato: fernanda.mistica@yahoo.com.br

FELIZES OS QUE APRENDEM COM A SABEDORIA ALHEIA!

Tua caminhada ainda não terminou....

A realidade te acolhe dizendo que pela frente o horizonte da vida necessita de tuas palavras e do teu silêncio.

Se amanhã sentires saudades, lembra-te da fantasia e sonha com tua próxima vitória.

Vitória que todas as armas do mundo jamais conseguirão obter, porque é uma vitória que surge da paz e não do ressentimento.

É certo que irás encontrar situações tempestuosas novamente, mas haverá de ver sempre o lado bom da chuva que cai e não a faceta do raio que destrói.

Tu és jovem.

Atender a quem te chama é belo, lutar por quem te rejeita é quase chegar a perfeição.

A juventude precisa de sonhos e se nutrir de lembranças, assim como o leito dos rios precisam da água que rola e o coração necessita de afeto.

Não faças do amanhã o sinônimo de nunca, nem o ontem te seja o mesmo que nunca mais.

Teus passos ficarão.

Olhes para trás...mas vá em frente pois há muitos que precisam que chegues para poderem seguir-te.

CHARLES CHAPLIN

"A mente existe no tempo, na verdade, a mente é tempo, que existe no passado e no futuro.
E lembre-se, o tempo é composto de apenas dois tempos, o passado e o futuro.
O presente não é parte do tempo, o presente é parte da eternidade.
Conhecer o mundo inteiro não é nada quando comparado a conhecer o seu próprio mistério da vida interior." - OSHO

MURAL "DA VINCI" - Frases de Leonardo:

"Haverá um tempo em que os seres humanos se contentarão com uma alimentação vegetariana e julgarão a matança de um animal inocente, da mesma forma como hoje se julga o assassino de um homem."
...

"O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe pois a Sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã."
...

" Que o seu trabalho seja perfeito, para que depois de tua morte ele permaneça."
...

"Nunca imites ninguém, que tua criação seja como um novo fenômeno da natureza."
...

"Para estar junto não é preciso estar perto, mas do lado de dentro."

VISITE MINHA LOJA:

New Look

New Look
New Style

Nada Muda se você não mudar!!!

Nada Muda se você não mudar!!!
Mística 2011, você também vai gostar!

Foto no Morrison Rock Bar - Agosto/2006

"Love Janis Forever"

"Love Janis Forever"
Amo essa Foto!

FELIZ 2011!!!

FELIZ 2011!!!
Headbands à venda na Mystique Avalon

Um pequeno tributo a Amy Winehouse!

Um pequeno tributo a Amy Winehouse!
You know I'm no good!

Amy, Descanse em Paz!

Amy, Descanse em Paz!
1983-2011

Amy, Amy, Amyy

Amy, Amy, Amyy

Parabéns a todos que criam belezas!!!

Parabéns a todos que criam belezas!!!
Visite 'minhas artes esotéricas' nos álbuns do facebook, é só clicar nesta imagem!!!

Saúde!!!

Saúde!!!

Renascendo a cada dia!

Renascendo a cada dia!